Caminhe sempre para frente, o que for de verdade permanecerá

“Caminhe sempre para frente e não pare em nada. O que for de verdade permanecerá contigo passe o tempo que passar, caminhe a distância que percorrer…” Quem disse isso não foi Carlos, Clarice, Chico ou Ruth. Eles até já podem ter dito isso com outras palavras, mas eu li anteontem. Era a resposta de um e-mail que eu havia enviado há semanas, contando uma decisão tomada, entre outras coisas. O que eu li me confortou, como quando precisei há dias. Agradeci por alguém ter me feito pensar nisso novamente.

Idas e vindas

Hoje ouvi de uma amiga que a pior coisa é quando a gente gosta de alguém e o alguém não tem certeza se quer ficar com a gente. Comecei parabenizando mentalmente o alguém pela sua sinceridade em expor seus sentimentos, ou a falta de sentimentos, ou a confusão de sentimentos. Disse (sem pensar 1 segundo) que quando a gente gosta de verdade, por mais conturbado que seja o contexto da história, não há dúvida. Se uma das partes tem dúvida, não é pra ser. Pelo menos naquele momento da vida não é pra ser.