Caminhe sempre para frente, o que for de verdade permanecerá

“Caminhe sempre para frente e não pare em nada. O que for de verdade permanecerá contigo passe o tempo que passar, caminhe a distância que percorrer…” Quem disse isso não foi Carlos, Clarice, Chico ou Ruth. Eles até já podem ter dito isso com outras palavras, mas eu li anteontem. Era a resposta de um e-mail que eu havia enviado há semanas, contando uma decisão tomada, entre outras coisas. O que eu li me confortou, como quando precisei há dias. Agradeci por alguém ter me feito pensar nisso novamente.

Frase clichê. Discurso clichê. Clichê? Se fosse de fato tão clichê nós nos lembraríamos mais de chutar as pedras pelo caminho, ou juntar todas para construir um castelo… Não é assim que dizem? Mas não, a gente tropeça, e às vezes para, e fica ali. Tudo bem tropeçar, quem nunca? Eu sempre. Tropeço em pessoas, dificuldades, defeitos, falta de sorte, notícia ruim, N coisas. Será que essas são as pedras que eu deveria estar juntando? Já joguei um monte fora! Tropeçar é tão natural quanto pular, chutar, juntar ou descartar as pedras. Tão natural quanto tomar uma decisão e voltar atrás.

Frase clichê. Discurso clichê. Clichê? Se fosse de fato tão clichê nós nos lembraríamos também que tudo que é bom e verdadeiro a gente naturalmente carrega. Tem hora que nem se dá conta que carrega! Mas aquilo vai te acompanhando, de perto, de longe, visível, invisível… É importante lembrar disso, mesmo que não saibamos distinguir direito. Às vezes caímos naquela confusão de mentira com verdade, verdade com mentira… Não saber reconhecer verdades e mentiras é injusto. Confundir é tão natural quanto errar, acertar, enxergar ou não ver. Tão natural quanto não saber distinguir coisas e pessoas que valem ou não à pena.

Clichê? Clichê é o que vai vir agora: Tropecei, e a pedra entrou no sapato! Sabe quando você anda e sem querer entra uma pedrinha?! Você só se dá conta quando ela começa a incomodar. E aí tem todo aquele trabalho de tirar o sapato, bater o sapato e calçar o sapato de volta. Não sei porquê isso vira um drama! Ainda mais que disseram que no final das contas dá tudo certo, que é só andar pra frente, que o que é de verdade permanece… Sigo acreditando, deixando isso repercutir interna/mentalmente, aguardando o final das contas, dos contos.

“Caminhe sempre para frente e não pare em nada. O que for de verdade permanecerá contigo passe o tempo que passar, caminhe a distância que percorrer…” Disse uma das melhores pessoas que conheço, sem fazer ideia de que era exatamente o que eu precisava ouvir aquele dia, e o que eu preciso lembras todos os dias.